Liderança

Você se considera um Líder Criativo?

Liderança criativa é mais do que uma característica ou competência que pode estar relacionada em seu currículo. Eu mesmo já fiz essa confusão. Se estamos falando de criatividade e capacidade de inovação, então, é essencial entender o líder criativo como aquele que possui habilidade de gerar cultura de criação, conectando colaboradores por meio de sentidos, percepções, ideias e paixões.

De acordo com a Harvard Business Review, existem algumas questões para resolver, na formação de líderes criativos:

  • Conhecer as barreiras culturais, políticas, organizacionais e tecnológicas que a organização deve superar se quiser desenvolver um grupo de líderes criativos.
  • Identificar as estruturas, sistemas de recompensa, processos, métricas e objetivos que a empresa oferece para apoiar líderes criativos.
  • Saber incentivar lideranças a tomarem decisões, assumirem riscos e aprenderem a lidar com o fracasso.
  • Distinguir entre adotar as melhores práticas aprendidas com os líderes do setor ou moldar as próximas práticas que vão fazer a organização liderar no futuro.
  • Ter a capacidade de improvisar grandes soluções e co-criar o futuro em parceria com clientes, fornecedores, funcionários e até mesmo a concorrência.

 

A liderança criativa exige um conjunto de ferramentas e modelos mentais para resolver os dilemas da Era da Informação. Para enfrentar este desafio, precisamos nos tornar melhores líderes criativos. Celebrar a paixão, a diversidade, a abertura e respeitar novas ideias corajosas. Empresas que hoje não conseguem estimular a criatividade e promover a inovação poderão fracassar nos próximos 5 a 10 anos.

Infelizmente, o nosso sistema de ensino não nos prepara para pensar “fora da caixa”. Somos levados a reproduzir o padrão estabelecido e treinados para buscar a inclusão no mercado de trabalho como peças de reposição. Visão empreendedora e livre iniciativa não estão nos canais de entrega uma vez que a preocupação deste sistema é garantir a continuidade.

 

Vale a pena o risco – seja criativo!

Como a mentalidade criativa – original, libertária, contraditória e indomável – não faz parte do nosso currículo de educação, muitas vezes somos levados a não ter confiança em nossa capacidade criativa. Somos todos seres criativos e podemos remover as crenças que nos autolimitam quanto a própria criatividade. É possível desenvolve-la.

O que é a criatividade? Singularmente pode ser entendida como o processo de ter ideias originais que geram valor. É um processo e não uma ocorrência aleatória e espontânea. Por isso pode ser aprendida.

Lideranças criativas apresentam cinco características essenciais:

 

1) Paixão e propósito

Líderes criativos encontraram a sua paixão e propósito. São mais do que profissionais, estão em uma missão, e a enxergam como um passeio, uma divertida caminhada, que fazem durante a aventura de viver. Liderança criativa implica em presença, conexão, foco. O líder criativo sabe que suas ações se encaixam com quem ele é e com o seu propósito. Esta característica de liderança tem um efeito fortalecedor em todas as outras importantes competências de lideranças criativas. Sua paixão o toma como líder de si mesmo e de seu bem-estar, tanto do lado emocional quanto do seu corpo físico.

 

2) Visão de futuro

Ver o que ninguém vê. Ouvir o que ninguém ouve. Fazer o que ninguém faz. A visão de futuro nasce como uma resposta imediata à manifestação do Aqui e Agora, de reconhecer logo o que está em jogo e de combinar com inteligência tanto a mente lógica quanto sua intuição. Os líderes criativos têm energia suficiente e paciência necessária para permitir que novas percepções e visões apareçam. Eles buscam inspiração, se comunicar com essa visão empreendedora, assim como procuram manter o contato consigo mesmo e com as pessoas à sua volta. Líderes criativos fazem da visão de futuro uma conexão entre a realidade do presente com a vulnerabilidade do futuro, inovando sem hesitar.

 

3) Impulsionar e compartilhar criatividade

Líderes criativos irão trabalhar com o que está disponível agora, sejam pessoas, recursos ou capital. Suas crenças estão alinhadas com sua realização pessoal, da organização e, principalmente, de sua equipe. A liderança criativa capacita as pessoas, mobilizando sua energia e alimentando seus pontos fortes. O líder criativo sabe irradiar um brilho que não só irá mover as pessoas, mas também faze-las entrar em ação. Os líderes criativos muitas vezes atraem as pessoas por razões alheias à lógica, conectando-se à paixão e propósito dos outros.

 

4) Mentalidade curiosa e exploradora

A energia mental criativa permite concentrar valiosos períodos de tempo na reflexão e solução de um determinado problema ou necessidade. A liderança criativa é inspiradora e imensamente identificada com tendências e oportunidades que outros não estão vendo. Isso é proposital: é preciso ver de várias e diferentes perspectivas, transcender paradigmas pré-concebidos. Mudar ou inovar não é apenas ser ou fazer diferente. É criar uma nova realidade.

 

5) Fazendo a revolução

Todas as mudanças causam um certo transtorno. Sair da zona de conforto é muitas vezes desagradável. O medo do desconhecido, do que pode acontecer, das consequências… é terrível. Líderes criativos estão dispostos a enfrentar a tempestade mais do que ficar em um lugar protegido. Lideranças criativas são movidas pela alegria do sucesso que é maior do que a dor do fracasso. Durante a “revolução inovadora”, a sensação de resiliência e a criatividade são necessárias para atravessar os momentos mais difíceis. O new market e as crescentes forças de consumo agradecem.

 

Treine sua liderança criativa

  • Pegue papel e caneta (isso mesmo, saia um pouco do computador). Estimule sua mente a produzir e gerar muitas ideias. Anote-as. Seja inovador. Faça agora o jogo da mudança e veja o que se aplica.
  • Esteja sempre à procura de experimentar coisas novas. Às vezes, experimentamos boas ideias de coisas consideradas até então banais.
  • Nutra a crença inabalável na sua criatividade e inovação, juntamente com a originalidade de seu pensamento.
  • Proteja sua inteligência e brilhantismo com uma autoimagem positiva. Você é seu “gênio da lâmpada”.
  • Seja apaixonado, expressivo e sensível à sua equipe, colegas e colaboradores.
  • Nunca perca sua capacidade de sonhar. Nada no mundo físico existe sem antes ter nascido de uma forte imaginação. Atenção apenas para manter as coisas em perspectiva. Imagine o que você vai criar hoje.
  • Crie e elabore, periodicamente, um novo lançamento mudando produtos, serviços, processos etc, que satisfaçam um elevado nível de qualidade e design. Criação rima com inovação. Liderança criativa inova.
  • Mantenha sempre a mente aberta, o ouvido alerta e a atitude certa.
  • Erre mais. Erre muito. Erre rápido. E corrija mais rápido ainda.

 

 

Gostou desse post? Fez sentido para você?

Comente aqui embaixo e compartilhe com seus amigos 😉

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário